O Museu do Caramulo, em parceria com a EDC – Associação de Eventos do Caramulo, organiza nos dias 17, 18 e 19 de junho, a sétima edição do Rider – Passeio de Motos Clássicas. Para a edição deste ano, e confirmando o sucesso de passeios anteriores, a organização alargou a duração do evento para três dias, propondo um fim de semana alargado ao comando das motos clássicas. 

O passeio decorrerá na Região Centro de Portugal, tendo como ponto de partida e chegada o Museu do Caramulo em cada um dos dias, privilegiando as estradas secundárias e as paisagens naturais de montanha, beira-rio, aldeias típicas. Este passeio de quase 600km tem contado com a presença de participantes de diversas origens como Espanha, Inglaterra, Alemanha ou Holanda, para além da forte representação de participantes portugueses. 

O Rider é um passeio de endurance destinado a proprietários de motos históricas (com mais de 30 anos), que gostam de tirar o máximo prazer de condução da sua moto. Para acompanhar o passeio, a organização garante um veículo de assistência, com atrelado para motos, para que os participantes possam desfrutar do percurso sem preocupações.

 A inscrição em cada um dos dias, ou nos três dias do passeio, é absolutamente opcional, e pode ser feita até ao dia 2 de junho, através do preenchimento e envio do formulário que se encontra disponível para download em www.rider-caramulo.com 

Este evento conta com o apoio do Museu do Caramulo, da Câmara Municipal de Tondela, da MotoCiclismo Clásico, do Jornal dos Clássicos, da CMS Helmets e do Banco BPI. 

Para mais informações contactar: 
Museu do Caramulo | Tel. +351 232 861 270 | Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar  

________________________________________
Sobre o Museu do Caramulo

Com mais de 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão e meio de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma colecção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos. O Museu do Caramulo produz ainda, de forma regular, exposições temáticas e temporárias, e organiza vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, o Espírito do Caramulo, a Noite dos Museus ou o Rider. 

Mais informação em | www.museu-caramulo.net

RIDER

 

Publicado em Eventos
Quinta, 16 Março 2017 00:00

PERCURSOS PEDESTRES 2017

As actividades de Natureza são cada vez mais procuradas no concelho de Tondela, assim como o pedestrianismo, que se enquadra no perfil de quem procura conhecer mais da região que visita, nomeadamente a sua cultura e tradições.

Reunindo as necessárias condições para a sua prática, com percursos pedestres que dão a conhecer as potencialidades do património natural e cultural do Concelho, o município aposta igualmente na divulgação do seu artesanato e da sua gastronomia.

A Câmara Municipal, as Juntas e Uniões de Freguesia, assim como o Movimento Associativo local, unem esforços para nos seus territórios apresentarem as seguintes datas para os percursos pedestres deste ano:

Rota dos Moinhos - 23 de Abril (Domingo)

Rota das Cruzes – 7 de Maio (Domingo)

Rota do Linho – 14 de Maio (Domingo)

Rota de Santiago - 28 de Maio (Domingo)

Rota dos Laranjais – 11 de Junho (Domingo)

Rota dos Caleiros – 18 de Junho (Domingo)

Pela primeira vez, apresenta um percurso de longo fôlego, um cruzamento de rotas existentes na serra do Caramulo, a Rota do Grande Caramulo, para os mais afoitos e resistentes e que se realizará no dia 3 de Setembro (Domingo).

Contactos para informações:
ROTA DOS MOINHOS
União de Freguesias de Caparrosa e Silvares / Associação Cultural e Recreativa de Souto Bom
Tel. 964 112 825 –965 145 483

ROTA DO LINHO, ROTA DOS LARANJAIS
Junta de Freguesia de Castelões
Tel. 962 486 088 – 967 870 787

ROTA DAS CRUZES, ROTA DOS CALEIROS
Junta de Freguesia do Guardão
Tel. 961 949 978 – 965 056 682 – 961 949 918

ROTA DE SANTIAGO
Junta de Freguesia de Santiago
Tel. 964 874 905 - 925 493 752 - 966 763 892

ROTA DO GRANDE CARAMULO
Juntas de Freguesia de Castelões e Guardão
Tel. 962 486 088 - 961 949 978

pp

Publicado em Diversão em Grupo

 O Espírito do Caramulo, prova de velocidade e regularidade na rampa do Caramulo, organizada pelo Museu do Caramulo e pelo Clube Automóvel de Viseu, regressa no próximo dia 4 de Junho, Domingo. 

Considerado como o “aquecimento” para as provas anuais no traçado da rampa, a prova do Espírito do Caramulo assume um traçado com cerca de 2.800 metros de extensão, pela serra acima, sendo há muito um ícone do panorama automobilístico nacional pelas suas características técnicas que potenciam a velocidade e lhe conferem um carisma especial. 

Para além da prova de velocidade, a edição deste ano volta a contar com a categoria de Regularidade, que permite a participação de automóveis sem o arco de segurança (roll-bar), além de possibilitar a inscrição de participantes que preferem este modelo ao da velocidade. 

No seguimento de edições anteriores, em 2017 a organização continua a apostar na participação de pilotos femininas, reconhecendo assim a sua importância no desporto automóvel. Presença confirmada para a subida da rampa é o ex-campeão de Rali Cross, Hugo Lopes, que participa neste momento no Challenge DS3 R1, e que irá fazer co-drives ao longo da prova. 

Programa (provisório): 

10h50 - Início das subidas de treino e reconhecimento: 2 subidas 

12h00 - Chegada dos passeios e concentrações de clubes 

13h15 - Início das subidas de prova: 3 subidas 

Para mais informações contactar: 

Museu do Caramulo | Tel. 232 861 270 | Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar | www.espirito-caramulo.com 

________________________________________

Sobre o Museu do Caramulo

Com mais de 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão e meio de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma colecção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos. O Museu do Caramulo produz ainda, de forma regular, exposições temáticas e temporárias, e organiza vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, a Rampa do Caramulo, o Espírito do Caramulo, a Noite dos Museus ou o Rider. Mais informação em www.museu-caramulo.net

Museu do Caramulo – Fundação Abel e João de Lacerda
Tel.: 232 861 270 Fax: 232 861 308 |   Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

cartaz

Publicado em Aventura e Diversão
Segunda, 08 Agosto 2011 14:31

Rotas das Cruzes

Descrição do percurso

Para se dirigir ao ponto de início deste percurso, o Parque Jerónimo Lacerda, o visitante que chega a Tondela deve procurar a EN 230, percorrer uma sucessão de curvas apertadas, ganhando altitude em direcção ao Caramulo, atingindo os 800 m ao chegar à vila e aí, em frente ao posto de turismo preparar-se para iniciar a caminhada.

Começa por se percorrer uma calçada que atravessa parte do parque e que leva aos primeiros caminhos florestais, em direcção a Guardão, a localidade que dá o nome à freguesia e onde, se fizer um pequeno desvio, pode visitar a Igreja Matriz, a capela de S. Sebastião, que no seu interior possui uma valiosa escultura do seu santo de devoção em pedra policromada do século XVI. A seguir continua percorrendo a Calçada Romana que é parte de uma das 7 vias principais que saíam de Viseu e permitiam o acesso ao litoral, e o Caminho dos Cruzeiros, até chegar à estrada principal que dá acesso a Janardo. Nesta povoação à qual já coube a honra de ser cabeça do velho concelho do Guardão, onde ainda existem os edifícios onde se procedia a todos actos municipais, destaca-se a Casa da Câmara e o Tribunal, ambos edifícios em pedra talhada, hoje pertencentes a particulares, construídos no ano de 1735.

É tempo de enveredar pelos caminhos agrícolas e poucos metros à frente começam a surgir os primeiros sinais de uma das celebrações religiosas mais importantes da zona – A Festa das Cruzes. Os pilares com a inscrição do nome das freguesias envolvidas na celebração vão-se sucedendo ao longo do caminho pela ordem da sua chegada na 5ª feira da ascensão de cada ano, até chegarmos à Capela de S. Bartolomeu.

Nas proximidades encontra-se o cruzeiro, num ponto magnífico de observação do Vale de Besteiros simbolizando a protecção divina que teria sido concedida à população do Guardão. É junto a este cruzeiro que no dia da Festa das Cruzes os fiéis formando uma procissão com as cruzes, fazem as suas orações. Neste local situa-se também um castro, onde foram encontradas moedas de ouro e peças de cerâmica, aqui deixados por antigas civilizações que aqui se instalaram.

Para continuar o percurso, há que retomar o caminho junto aos pilares graníticos.

Adiante irá atravessar-se a Ribeira do xudruro sobre uma ponte de origem românica e sobe-se a encosta, sempre com o cenário de uma incrível beleza natural, até chegar à capela de Sta Luzia, no Carvalhinho, onde temos uma zona de descanso em que a vista alcança todo o vale. No Largo do Lameirão, deixa-se para trás a aldeia e volta-se aos trilhos da serra em direcção ao Cadraço.

Continuando o percurso irá deparar-se com uma sucessão de paisagens desde a pastagem onde o gado livremente se alimenta em parcelas delimitadas por muretes de granito pacientemente construídas em tempos idos, logo ao lado de grandes extensões de vegetação rasteira típica de altitude, até uma extensão considerável de carvalhal em que marcam presença o carvalho negral e o Carvalho alvarinho, após a qual nos deparamos com zonas agrícolas, já à chegada a Ceidão.

Ainda por caminhos florestais passa-se por Pinhal Novo e regressa-se à vila do Caramulo. Esta situa-se na vertente oriental da Serra e é ainda hoje associada, através das imponentes construções dos antigos sanatórios, ao que foi a partir de 1920 a maior estância Sanatorial do país, que chegou a permitir o internamento simultâneo de 2500 doentes.

Estamos em frente ao Museu do Caramulo e aproxima-se o final desta caminhada, atravessando o Parque Jerónimo Lacerda, no qual poderá observar-se grande riqueza e diversidade botânica, sabendo que em tempos serviu de barreira ao contágio das populações vizinhas por aqueles que tendo problemas pulmonares, vinham em busca do clima privilegiado, da calma e ar puro.

 

 

Ficha técnica

Partida e chegada: Parque Jerónimo Lacerda

Âmbito: Desportivo, cultural, ambiental e paisagístico.

Tipo de percurso: De pequena rota, utilizando caminhos rurais, tradicionais e de montanha.

Distância a percorrer: 8 km em circuito.

Nível de dificuldade: 6 – Médio.

Duração do Percurso: Cerca de 4 horas.

Desníveis: Moderados.

Cota máxima: 820 metros

Época aconselhada: Todo o ano.

 

Destaques

• Paisagem da Serra do caramulo

• Igreja Matriz Guardão

• Cruzeiro (junto Igreja Matriz)

• Caminho dos Cruzeiros

• Pelourinho Janardo/ casa da cadeia

• Capela de S. Sebastião

• Capela de S. Bartolomeu

• Castro S. Bartolomeu

• Cruzeiro (junto Capela de S. Bartolomeu)

• Festa das Cruzes

• Capela de Sta Luzia

• Fauna e flora

• Museu do Caramulo

 

Publicado em Percursos Pedestres
Segunda, 08 Agosto 2011 14:28

Rota do Linho

Descrição do Percurso

O ponto de partida para este percurso é igualmente o Parque do Santuário do Coração de Maria, nesta fase inicial o percurso desenvolve-se pela encosta da Serra, usufruindo do seu melhor, o ar puro e belas paisagens.

A caminhada Inicia-se num caminho de calçada portuguesa, atravessando algumas zonas ainda agrícolas e outras com grandes manchas de carvalhos, eucalipto e pinheiro bravo, onde pontualmente vão aparecendo os sobreiros e medronheiros. Daqui o pedestrianista, sendo um observador atento, poderá aperceber-se da passagem de alguns exemplos da fauna e ainda pode deter-se na zona de descanso da pequena represa que encontrará antes de chegar à aldeia de Múceres.

Chegando à aldeia, e dirigindo-se à antiga escola primária fica a conhecer o Centro de Laboração do Linho, onde poderá ter acesso não só à exposição e execução ao vivo de trabalhos em linho, e ficar a saber como este se trabalha ao longo de todo o seu ciclo, mas também conhecer e adquirir alguns dos outros produtos artesanais do concelho.

Antes de percorrer o caminho dos Moinhos, que permite contemplar as quedas de água, moinhos de água pode ainda visitar a Capela da Senhora do Livramento no centro da aldeia.

Já em direcção à mini hídrica, pode observar-se vários moinhos e a belíssima paisagem ao longo da Ribeira.

Atravessa-se a Ribeira de Múceres e toma-se a direcção de Calvário de Múceres. Continua-se pelo antigo caminho de ligação à igreja, ao passar por Conguedo e pela Costa da Várzea, vêem-se várias quedas de água e Almas.

Atravessando caminhos agrícolas, além do modo tradicional de trabalhar a agricultura, pode observar-se também alguns campos de produção de linho ao longo do caminho que irá levar novamente ao ponto de partida.

Este percurso tem 8,8km, dos quais os primeiros 4km são os que maiores dificuldades apresentam, pelo seu declive.

 

Ficha Técnica:

Partida e chegada: Parque Coração de Maria.

Âmbito: Desportivo, cultural, ambiental e paisagístico.

Tipo de percurso: De pequena rota, utilizando caminhos rurais, tradicionais e de montanha.

Distância a percorrer: 8,8 km em circuito.

Nível de dificuldade: 7 - Médio Alto.

Duração do Percurso: Cerca de 4 horas.

Desníveis: Medianamente acentuados em alguns pontos.

Cota máxima: 500 metros

Época aconselhada: Todo o ano.

 

Destaques:

• Paisagem da Serra do caramulo

• Centro de laboração do linho

• Capela da Senhora do Livramento

• Quedas de água

• Moinhos de água

• Campos de linho

 

 

Publicado em Percursos Pedestres

O Consórcio da Região Caramulo

Hotel Severino José
Turismo do Centro
Câmara Municipal de Tondela
Confraria do Cabrito e da Serra do Caramulo
Junta de Freguesia do Guardão
Solar de Vilar
Sportnatura Eventos
VisitCentro.com
ACERT
Sociedade do Caramulo, S.A.
Hotel do Caramulo
Museu do Caramulo
Quinta de Cabriz